Ace Gestão de Saúde se expande pelo território nacional

Ace Gestão de Saúde se expande pelo território nacional

0 270

A Ace Gestão de Saúde, braço do Grupo Negrini, inicia o ano com grandes perspectivas de crescimento. A operadora está se preparando para abrir tres novas filiais, com parcerias locais em Vitória, Belo Horizonte e Porto Alegre. “Percebemos que existe uma grande demanda nessas cidades por programas focados em prevenção, por isso estamos indo até eles”, explica o diretor e fundador da Ace, o médico Roberto Martins Albuquerque.
O foco da empresa são os programas de prevenção. O público-alvo desse programa são os pacientes portadores de doenças crônicas. As despesas com essas doenças são as grandes responsáveis pelos custos das operadoras que chegam a dispender 70 A 80% de seus gastos com esses pacientes. Segundo Roberto Albuquerque, o objetivo desse serviço é desenvolver um trabalho de educação, motivação e conscientização do paciente com relação à sua doença. Com isso o paciente passa a adotar um estilo de vida mais saudável, monitorar e controlar melhor a sua doença. a consequência imediata é a melhora da sua qualidade de vida e uma redução dos custos assistenciais. “As doenças crônicas são consideradas hoje, no mundo todo, o grande flagelo a ser combatido. O pensamento hoje é de que é mais econômico e saudável para as operadoras e as empresas clientes disporem de um serviço que monitore e eduque esses pacientes a terem gastos com as complicações dessas doenças”.
O trabalho é desenvolvido por uma  equipe composta por:  enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos e preparadores físicos que acompanham tais
pacientes fazendo um levantamento de dados do cotidiano dessas pessoas, educando-as e motivando-as num novo modo de agir perante a sua
doença, a fim de alterar sua evolução. A ACE toma conhecimento desse grupo por meio das próprias operadoras de saúde, que percebem ter um gasto
maior ao longo do tempo com essas pessoas, e solicitam os serviços da Ace. De acordo com Roberto Albuquerque, o cerne desse trabalho está na conscientização e motivação do paciente. “O paciente portador de doença crônica precisa ser adequadamente orientado sobre sua doença e motivado a efetuar as mudanças necessárias no seu estilo de vida. 90% do sucesso do tratamento dessas doenças depende do conhecimento que o paciente tem delas e das decisões individuais que toma no seu dia a dia. São definidas metas a serem alcançadas para a alta do paciente, e o acompanhamento dos pacientes é feito por meio de visitas domiciliares e monitoramento telefônico e dura em média de 6 a 9 meses”.

A Ace possui um blog (www.acegsaude.blogspot.com/ ), que procura divulgar os resultados das mais recentes pesquisas, descobertas e conclusões da ciência na área de gestão de saúde. São notícias, publicações e trabalhos publicados no mundo todo.

Comentários

comentários

Fonte: VTN Comunicação

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta