Allianz Seguros inaugura Espaço Crash Test em São Paulo

Allianz Seguros inaugura Espaço Crash Test em São Paulo

0 391

Começa hoje a ação que traz carro batido em crash test ao shopping Villa-Lobos, que ficará exposto até 8 de outubro. Pela primeira vez, uma seguradora mostra os bastidores dos crash tests e revela a importância deste tipo de pesquisa para os itens de segurança e a necessidade de um comportamento seguro na direção de um veículo.

Segundo o Detran, mais de 80% dos acidentes que envolvem automóveis são causados por falha humana e não mecânica. “Com o Espaço Crash Test, a Allianz Seguros quer mostrar às pessoas que o comportamento nas estradas e nas ruas é fundamental para prevenir acidentes. Nada fala mais do que uma imagem e foi por isso que nossa seguradora decidiu expor um carro batido”, afirma Ariane Landim, superintendente de Marketing e Comunicação da Allianz Seguros.

O Grupo Allianz foi o pioneiro no mercado mundial a desenvolver um instituto para estudar acidentes com o objetivo de ajudar na prevenção de riscos. A Divisão Automotiva do Centro de Tecnologia Allianz existe desde 1971 e vem realizando um crash test por semana. Até hoje, mais de 1800 testes foram realizados, em diferentes velocidades.

No Brasil, existe o Centro de Experimentação e Segurança Viária (CESVI), que funciona há 15 anos e já realizou mais de 220 crash tests. Foi neste Centro que o veículo exposto no Shopping Villa-Lobos passou por testes.

Sérgio Ricardo Fabiano, superintendente de negócios do CESVI, acredita que este tipo de pesquisa e sua divulgação servem para estudar e informar sobre os perigos de uma condução descuidada. “Os carros que serão batidos são pintados com cores diferentes, de acordo com o material. Também colocamos adesivos que servem para medir a diferença longitudinal do veículo e a torção da carroceria para avaliar os danos causados ao veículo, de acordo com a colisão”, diz Fabiano.

Esta exposição é um atrativo para o público que passeia pelo shopping. Alex Ruffo, jornalista, já havia conhecido este tipo de testes quando visitou a Alemanha e afirma ter ficado impressionado ao ver um vídeo sobre as consequências no corpo de um passageiro que tivesse os pés no painel no momento do acidente. “Trouxe o material para casa e mostrei à minha família. Expor um carro como esse tem caráter educativo”, finaliza Ruffo.

..

No shopping – Além do carro testado, três telas de LCD estão exibindo vídeos sobre os trabalhos de pesquisa realizados no Centro de Tecnologia Allianz. Monitores instruídos pela seguradora explicam aos visitantes como é feito um crash test, com carros em diferentes velocidades, revelando a importância da realização desse tipo de estudo para a evolução dos itens de segurança nos veículos

..

Fórmula 1 – A Allianz é parceira global da F1TM, além de patrocinadora da escuderia AT&T Williams e de 12 das 17 corridas da temporada. Foi por conta desta ligação que a seguradora escolheu outubro, o mês do GP Brasil de Fórmula 1, para transmitir a mensagem de que a alta velocidade só é apropriada nas pistas, que já contam com a estrutura necessária e profissional especializada para este fim.

“Apesar das altas velocidades, a F1TM é um esporte que atingiu um alto nível de segurança. O intercâmbio de conhecimento na gestão de riscos entre o Centro de Tecnologia Allianz e F1TM é parte do nosso envolvimento com o esporte, usando o que é seguro nas pistas para então comparar com os carros no trânsito”, explica a executiva da Allianz Seguros.

..

Capacete 3D – A Allianz Seguros também desenvolveu um capacete 3D, jogo que conta com som e imagem de uma verdadeira corrida, e consiste em dar uma volta pelo autódromo de Interlagos para pilotar o carro de corrida com visão 360º e a sensação da velocidade real de um F1TM , de acordo com movimentos feitos com a cabeça. A visão é a mesma que a de um piloto em seu cockpit. Quando surgirem momentos mais perigosos no traçado, a tela mostrará a probabilidade de acidente. “O fato desta ação ser itinerante nos permitirá atingir diferentes públicos, no momento em que menos esperam”, diz Ariane.. Até  25 de outubro, promotores circularão por grandes centros comerciais, bares e baladas da capital paulista paramentados com esse capacete 3D.

Comentários

comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta