Apesar de cenário adverso, lucro do Grupo Generali cresce 52,1%

Apesar de cenário adverso, lucro do Grupo Generali cresce 52,1%

0 163

O Grupo Generali, um dos maiores da Europa e do mundo, encerrou 2009 com lucro líquido de 1,3 bilhão de euros, 52,1% acima do contabilizado no exercício anterior. O patrimônio líquido foi a 16,7 bilhões de euros, alta de 47,2%.

Ao comentar os resultados, o presidente do Grupo Generali, Antoine Bernheim, disse que os grandes progressos feitos pela companhia durante mais de um ano de crise fortaleceram a sua posição como uma das seguradoras líderes globais em termos de solidez financeira. Segundo ele, fortaleceram também a sua capacidade para melhorar o valor do grupo de forma significativa, mesmo em um período muito difícil.

Apesar do cenário adverso, e na busca de um crescimento estruturado, o faturamento de prêmios emitidos do Grupo Generali foi recorde em 2009, ultrapassando 70 bilhões de euros e apresentou forte rentabilidade no segmento de Vida, cujas novas margens de negócios aumentaram em até 21,7%. Neste ramo, os prêmios evoluíram 9,5%, com receita da ordem de 48,9 bilhões de euros. As entradas líquidas na carteira quase dobraram, ao atingir 16,1 bilhões de euros, o que impulsionou as reservas técnicas para 286,4 bilhões de euros.

Na área dos seguros não-Vida, a receita do grupo permaneceu estável, em 21,6 bilhões de euros, mesmo diante das difíceis condições macroeconômicas.

O Índice Combinado do grupo fechou o ano passado em 98,3%, 1,9 ponto percentual acima do computado no exercício anterior, que foi de 96,4%. A alta na taxa de perda deveu-se, principalmente, a eventos catastróficos. Em contrapartida, as despesas administrativas ficaram estáveis.

O avanço do Grupo Generali em 2009, na avaliação de Antoine Bernheim, é a recompensa pelo sucesso de uma estratégia que olha para além do cenário financeiro, visando construir um negócio sustentável a longo prazo, com base no crescimento geográfico e uma rede de distribuição diversificada.

Comentários

comentários

Fonte: Sacla Comunicação

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta