Banco do Brasil busca parcerias para crescer na área de seguros

Banco do Brasil busca parcerias para crescer na área de seguros

0 290

Depois de reassumir a liderança no ranking de ativos, o Banco do Brasil (BB) voltou a ser o centro das atenções, desta vez com notícias que envolvem a reestruturação da área de seguros. Durante o fim de semana surgiram rumores de que o banco estatal estaria finalizando um plano para atuar em conjunto com uma grande seguradora.
SulAmérica, Mapfre e Principal Financial Group – sócia do BB na Brasilprev – foram as companhias citadas. Procurada pela reportagem do DCI, a Mapfre declarou, por meio de nota, que ” indiscutivelmente é muito atraente para a Mapfre a hipótese de manter e/ou ampliar a parceria hoje já existente com o Banco do Brasil”. A parceria com a Mapfre veio por meio da aquisição da Nossa Caixa. Em 2005, a subsidiária brasileira da seguradora espanhola adquiriu 51% das ações da Nossa Caixa Seguros e Previdência. Os outros 49% das ações pertencem a Nossa Caixa.

Já a SulAmérica mantém parceria com o BB por meio da Brasil Veículos e da Brasil Saúde há mais de 13 anos. Artur Farme d’Amoed Neto, vice-presidente de Relações com Investidores (RI) da companhia, não comentou os rumores, mas disse que, “até por sermos sócios, estamos sempre discutindo sobre o futuro da sociedade”. Por fim, a Principal Financial Group não se manifestou sobre o tema.

Aldemir Bendine, presidente do BB, comentou, durante a divulgação dos resultados semestrais, que o banco estuda qual seria a melhor forma de atuação no segmento, embora não tenha divulgado detalhes. “O banco está buscando formas de aumentar a captura de valor e rediscutindo a forma de atuação. O realinhamento da forma de atuação já está no processo final, e deve ser divulgado em breve”, disse.

Em meio aos rumores que sugiram, o BB enviou comunicado ao mercado reafirmando que “mantém em curso estudo sobre sua atuação no segmento, sem que haja, contudo, conclusão do processo”.

Comentários

comentários

Fonte: DCI

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta