Blindadora Tecpro cresce 18% no primeiro semestre

Blindadora Tecpro cresce 18% no primeiro semestre

0 442

Na Tecpro, blindadora com sede no município de Barueri (Grande São Paulo), ninguém fala em crise. O movimento nos amplos galpões da fábrica é intenso e o elevado número de carros em processo de blindagem comprovam o bom momento vivido pela empresa.

A Tecpro registrou crescimento de 18% nos primeiros seis meses de 2009 em relação à igual período do ano passado. A maioria dos pedidos de blindagem partiu de São Paulo. “Com maior índice de violência urbana, as pessoas ficam mais amedrontadas e acabam procurando a blindagem automotiva para buscar proteção”, afirma o diretor Fábio Viscardi.

Dados divulgados recentemente pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo revelam que os crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) foram os que mais cresceram no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2008, nada menos que 79,3%. Esse crescimento é tido como um dos principais fatores no aumento da demanda por carros blindados.

Para Fábio, “o aumento da criminalidade tem relação direta com a crise financeira que atingiu o país nos últimos meses. O nível de atividade econômica influencia as oscilações desses dados sobre o crime. E altera diretamente também o setor de blindagem, que tem crescido ano a ano no país”.

Segundo a Associação Brasileira de Blindagem (ABRABLIN), em 2008 o segmento bateu recorde, com a blindagem de 6.982 veículos – 65% destes destinados à frota paulista -, quase 18% mais que em 2007, quando o mercado de proteção balística já havia dado grande salto. Os números de 2009 ainda não foram divulgados, mas a expectativa da entidade é que seja mantido o índice de aumento desse tipo de proteção.

Comentários

comentários

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta