Cases de sucesso da SulAmerica utilizam ferramentas da USIX

Cases de sucesso da SulAmerica utilizam ferramentas da USIX

0 783
Cristiano Barbieri (D), superintendente de Auto-RE da SulAmérica e Marcelo Sena (E), diretor comercial da USIX durante a apresentação do case WIS, que alavancou vendas na companhia
Cristiano Barbieri (D), superintendente de Auto-RE da SulAmérica e Marcelo Sena (E), diretor comercial da USIX durante a apresentação do case WIS, que alavancou vendas na companhia

A SulAmérica apresentou dois cases de sucesso no V Insurance IT Meeting, realizado pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg), neste final de semana, em Angra dos Reis (RJ). E, em ambos, os resultados comprovaram que foi mais do que acertada a decisão da seguradora de utilizar a ferramenta WIS, desenvolvida pela USIX.

Na apresentação, o superintendente de Auto-RE da SulAmérica, Cristiano Barbieri, mostrou números impressionantes, a começar pelo incremento da ordem de 900% na comercialização de seguros para motos nas concessionárias Honda espalhadas pelo país. “Nos 700 pontos de venda, a gente precisava substituir o kit de cálculo off-line por uma solução on-line com uma alta capilaridade. Passamos a adotar o sistema WIS em 2004. Na época, eram comercializadas de 400 a 500 apólices por mês. Depois, rapidamente o volume de vendas cresceu 10 vezes”, revelou.

O segundo projeto apresentado foi o RIC-WEB, que substituiu o kit de cálculo dos seguros patrimoniais e empresariais da SulAmérica. “A companhia instalava na máquina dos corretores uma solução totalmente off-line e não integrada, que já não oferecia ao corretor um nível de serviço ideal. Então, substituímos pelo WIS em abril de 2008. Tínhamos mais ou menos 500 a 700 negócios por mês. Hoje, são comercializadas até três mil apólices a cada mês, graças ao sucesso da solução implementada”, disse o executivo.

Na visão dele, mesmo com a ressalva de ter havido um reposicionamento de produtos, nova classificação e uma divulgação diferente, é indiscutível que “a solução tecnológica foi fundamental para que a gente obtivesse esse sucesso”.

Para Cristiano Barbieri, a USIX tem diferenciais importantes: o atendimento, que é personalizado; flexibilidade, velocidade e estabilidade do produto, que “nos garantem um crescimento das vendas e uma segurança para continuar vendendo nossos seguros”.

Ele elogiou também a tecnologia adotada no caso do WIS, que é o principal produto da USIX. Por essas razões, a parceria entre a SulAmérica e a USIX deve prosseguir em 2010. “Temos novos projetos pela frente”, anunciou o executivo.

Barbieri disse que há a intenção de utilizar a solução desenvolvida pela USIX no back office interno da seguradora. “Nós implementamos esse ano uma parte do nosso back office. Agora, a gente precisa trazer essa implementação também para os nossos planos empresariais, os nossos seguros grupais. Com certeza, esse é um projeto que irá andar no início de 2010”, observou.

Ele destacou ainda que a SulAmérica já está comercializando de cinco a 10 milhões de apólices com o apoio dessa solução tecnológica.

Na apresentação, o executivo falou ainda sobre a comercialização de seguros pela Internet. Segundo ele, essa não é novidade para ninguém, pois todas as companhias, “de uma forma ou de outra”, oferecem produtos pela web. “A grande novidade aqui é uma solução extremamente flexível, integrada a estratégia de preços da companhia. Nós oferecemos uma gama bem grande de ferramentas para precificação. Nós temos o SulAmérica on-line que é o nosso precificador on-line, baseado em comportamento. E temos também uma solução para o corretor não perder aquele negócio na ponta. Eu ofereço um saldo na conta corrente para ele ir consumindo ao longo do mês e outras estratégias”, explicou.

De acordo com Cristiano Barbieri, não se trata apenas de um website de venda de seguro. “É um website de venda extremamente integrado com as soluções adotadas pela seguradora, flexível a ponto de permitir que a companhia implemente novos produtos e mude a estratégia de preço a hora que desejar”, enfatizou o executivo da SulAmérica.

Comentários

comentários

Fonte: VTN Comunicação

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta