CESVI participou da I Conferência Ministerial Global sobre Segurança Viária

CESVI participou da I Conferência Ministerial Global sobre Segurança Viária

0 212

A I Conferência Ministerial Global sobre Segurança Viária, realizada em Moscou, na Rússia, nos dias 19 e 20 de novembro, reuniu representantes de cerca de 140 países que apresentaram suas experiências no âmbito da segurança viária para a redução de acidentes. O evento foi realizado com o apoio do Banco Mundial, da OMS (Organização Mundial da Saúde), das Comissões Regionais das Nações Unidas e da Fundação FIA (Federação Internacional de Automobilismo).

 As discussões, que permearam o encontro, resultaram em uma declaração de todos os países participantes para que a ONU (Organização das Nações Unidas) estabeleça, em sua Assembleia Geral, a Década de Ações para a Segurança Viária de 2011 a 2020, com a meta de estabilizar e reduzir acidentes de trânsito em todo o mundo.

O Brasil foi representado por uma delegação capitaneada pelo deputado federal Hugo Leal, e que contou com a participação de José Aurelio Ramalho, diretor de operações do CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária). O centro de pesquisa foi a única empresa privada convidada pelo governo brasileiro para participar como membro da delegação, oferecendo suporte técnico.

Na conferência, Otaliba Libânio Neto, um dos integrantes da delegação brasileira e diretor do Departamento de Análise de Situação de Saúde da Secretaria de Vigilância da Saúde, apresentou a experiência do Brasil com a implantação da lei 11.705/2008, conhecida como ‘Lei Seca’, que determinou que condutores de veículos não podem ingerir bebida alcoólica antes de dirigir.

O CESVI, ao longo de seus 15 anos de atividade, sempre esteve envolvido em discussões em prol da segurança viária, e em setembro deste ano criou, junto com outras entidades, o movimento pela implantação de um Plano Nacional de Segurança Viária no Brasil, o “Chega de Acidentes”.

 

“A conferência foi um importante passo que proporcionou troca de experiências entre países, e o principal, o compromisso assumido com ações coordenadas para a preservação da vida. Em 2010, o CESVI terá reuniões permanentes com as entidades que apoiam o movimento “Chega de Acidentes” com a finalidade de articular projetos voltados para a Década da Segurança Viária no País“, declara José Aurelio Ramalho.

 

Para conhecer o movimento Chega de Acidentes, acesse: www.chegadeacidentes.com.br

Comentários

comentários

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta