Corretor, fique atento a essa janela de oportunidade

Corretor, fique atento a essa janela de oportunidade

0 366

O corretor de seguros deve investir na comercialização de planos de assistência odontológica. Esse é um dos segmentos que mais crescem no país, como pode ser constatado na matéria abaixo, publicada pelo site InfoMoney.

“Nos últimos oito anos, a assistência odontológica privada no Brasil mais do que triplicou, registrando crescimento de 250%. O número equivale a mais de 11 milhões de beneficiários e pode aumentar ainda mais em 2010, segundo previsões da Escola Nacional de Seguros.

Diante dos números e das perspectivas positivas, os consumidores estão se deparando cada vez mais com preços competitivos, planos diversificados e inovações.

Um exemplo é a radiografia digitalizada oferecida pela Golden Cross, que permite que profissionais diferentes possam visualizar o histórico odontológico do paciente, reduzindo assim a exposição dos clientes à radiação.
De acordo com a técnica de defesa do consumidor da Fundação Procon-SP, Renata Molina, o número geral de reclamações referentes a tratamentos dentários mais que triplicou entre os anos de 2007 e 2008, saindo de 54 para cerca de 200 registros, somente na cidade de São Paulo.

Um dos principais motivos para um aumento tão expressivo, segundo ela, viria da combinação entre o crescimento do número de planos de saúde odontológicos e o desconhecimento quanto a este tipo de serviço por parte do consumidor.
Para evitar dores de cabeça futuras, a técnica dá as seguintes sugestões:
Antes de optar pela contratação de um plano de saúde odontológico, pense bem, pois, se a sua intenção é um tratamento imediato, talvez não valha a pena, já que alguns contratos possuem carência e /ou tempo mínimo de permanência junto ao serviço.

Verifique se a empresa escolhida tem registro na ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), bem como se há reclamações contra a seguradora na própria ANS ou em órgãos de defesa do consumidor.

Procure saber a respeito dos profissionais que atendem na sua região; ligue e confirme se eles realmente fazem parte da rede credenciada, pois muitas vezes os dados podem estar desatualizados.

Leia com atenção todo o contrato e tire todas as dúvidas. Além disso, exija que todas as informações passadas verbalmente constem do documento de adesão e não se esqueça de exigir uma cópia para que fique em seu poder

Comentários

comentários

Fonte: Sincor-RJ

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta