Diretor da Nunes & Grossi Seguros prevê manutenção da Selic

Diretor da Nunes & Grossi Seguros prevê manutenção da Selic

0 268

Diretor-executivo da corretora Nunes & Grossi Seguros, o economista Keyton Pedreira fez uma análise para o jornal DCI sobre as perspectivas em torno da possível manutenção da taxa básica de juros (Selic), tendo em vista a reunião do Conselho de Política Monetária (Copom), do Banco Central, que será realizada hoje e amanhã. Alguns economistas, além de Keyton, acreditam que a Selic deve ser mantida em 8,75% ao ano.

“Há ainda capacidade ociosa na indústria brasileira, mas o percentual está muito próximo dos níveis pré-crise. Os efeitos industriais ainda não vão impactar na Selic”, analisa Pedreira.

De acordo com o jornal do DCI, o “motivo do governo para o aumento da Selic, apontado pelos especialistas, seria conter uma possível escalada da inflação, cujo centro da meta está em 4,5% no ano. Segundo as análises, a Selic deve encerrar o ano abaixo dos 11%. A projeção do Boletim Focus desta semana, porém, é de uma taxa básica de 11,25%, resultado igual ao da última leitura. A diferença, no entanto, foi a variação para mais das taxas de inflação”.

Para os especialistas ouvidos pelo DCI, a inflação poderá subir acima da meta em 2010. O IPCA avançou de 4,50% para 4,60%, assim como aumentou o IGP-DI, passando de 4,50% para 4,55%, e o IGP-M que subiu para 4,59% no Focus desta semana, ante a alta de 4,55% da análise passada. Já o IPC-Fipe manteve a mesma taxa anteriormente prevista (4,50%). Para 2011, o mercado espera que todos os índices de inflação fiquem dentro da meta. O que demonstra um otimismo muito forte na economia.

Comentários

comentários

Fonte: VTN Comunicação

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta