Farmais alerta: População não deve comprar remédios para prevenir gripe suína

Farmais alerta: População não deve comprar remédios para prevenir gripe suína

0 370

A FARMAIS – maior rede de franquias de drogarias do país, com 450 unidades espalhadas por diversas regiões brasileiras, está orientando a população que não compre medicamentos sem a devida prescrição médica para prevenir a gripe suína ou mesmo para acabar com os sintomas da gripe e resfriados. Depois do anúncio de casos comprovados da gripe suína aqui no Brasil, a rede notou um aumento das vendas de analgésicos, descongestionantes, xaropes e antiinflamatórios em geral. “Muita gente acredita que tomar mais de um tipo de medicamento ou aumentar a dose de um antigripal comum pode ajudar na não contaminação do vírus H1N1, o causador da gripe A, ou gripe suína, como ficou conhecida popularmente”, explica Dafne Estevão, farmacêutica responsável pela Rede Farmais. “Esse vírus tem tratamento com medicamentos específicos que são completamente diferentes dos antigripais comuns vendidos nas drogarias. Por isso, antes de correr até à farmácia e comprar remédios para uso próprio, é preciso ficar bem alerta para os sintomas da gripe e procurar primeiro um médico”, completa a farmacêutica.

Para orientar a população sobre o procedimento correto antes da automedicação, a Farmais preparou alguns alertas:

1- Como nessa época do ano, as doenças respiratórias ligadas às alergias e gripes e resfriados tendem a ser mais freqüentes, as pessoas podem entrar em pânico e confundir os sintomas com os da gripe A e muitos vão à farmácia para abastecer o estoque de remédios que mantêm em casa. O que a maioria não sabe é que a combinação de certos medicamentos, além de não prevenir a gripe A, pode causar complicações como alergias, intoxicações, entre outros problemas que podem até provocar a morte;

2- Aumentar a dose de cada medicamento não ajuda a minimizar ou prevenir sintomas de um vírus mais forte. Cada medicamento tem seu componente específico para cada tipo de doença;

3- Os sintomas da gripe normal e da gripe A são muito parecidos. Na dúvida, principalmente se a febre for maior do que 38 graus e persistente, deve-se procurar um médico antes de ir à farmácia.

Comentários

comentários

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta