Faturamento da Prodent cresce 105% em 2009

Faturamento da Prodent cresce 105% em 2009

0 284

A Prodent, a operadora de assistência odontológica que mais cresce no País, encerrou 2009 com um faturamento de R$ 43 milhões. O número representa um aumento de 105% em relação aos R$ 21 milhões registrados em 2008. A base de beneficiários também apresentou elevação de 80%, passando de 240 mil para 430 mil vidas atendidas.

Com estes números, a Prodent se torna a operadora de odontologia que mais cresceu no País nos últimos dois anos. Segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o crescimento médio anual da empresa nesse período foi de 87,5%. Nesse ritmo, a Prodent deve se tornar, ainda em 2010, a maior operadora independente e exclusivamente odontológica do País.

“Mesmo em um ano marcado pela crise econômica mundial, conquistamos 190 mil vidas e atingimos uma nova marca histórica para a companhia”, comemora o presidente Maurício Camisotti. Para o executivo, a consolidação deste crescimento sustentável e acima da média de mercado é reflexo das ações e políticas comerciais diferenciadas em diversos segmentos. “Os resultados conquistados comprovam nossa capacidade de planejamento, concretização de importantes parcerias, diversificação de produtos e canais de distribuição”, observa.

Para este ano, a Prodent planeja alcançar um faturamento de R$ 75 milhões e terminar o ano com mais de 650 mil beneficiários na carteira. “Além de repetir um crescimento anual expressivo, queremos firmar novas parcerias estratégicas, ampliar nossa rede de atendimento e elevar ainda mais o nosso padrão de qualidade”, comenta Camisotti.

Apesar do ótimo momento, a operadora mostra que tem planos ainda mais ousados para o futuro. “Nossa meta é atingirmos a marca de um milhão de beneficiários até 2012”, anuncia Camisotti. Atualmente, a Prodent conta com mais de 1.000 empresas clientes em todo território nacional e uma rede credenciada com mais de 15 mil opções de atendimento.

Comentários

comentários

Fonte: Studio DPI Comunicação Integrada

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta