Faturamento da Seguros Unimed cresce mais de 22% em 2009

Faturamento da Seguros Unimed cresce mais de 22% em 2009

0 268

Nem mesmo a crise financeira mundial, que afetou os negócios no Brasil ao menos até o fim do primeiro semestre de 2009, conseguiu frear o crescimento da Seguros Unimed. No acumulado do ano, a empresa, que representa os negócios da Unimed Seguradora e sua controlada, a Unimed Seguros Saúde, registrou crescimento de 22,23% em seu faturamento consolidado, em relação ao mesmo período de 2008.

No total, foram acumulados mais de R$ 662 milhões em prêmios emitidos, ante R$ 542 milhões no ano anterior. Individualmente, o saldo das duas empresas também foi positivo. No ramo de saúde o crescimento foi superior a 27%, totalizando mais de R$ 446 milhões no período. O ramo Vida também obteve um bom desempenho ao longo do ano, cresceu mais de 13%, superando os R$ 227 milhões.

No período, o lucro líquido consolidado das empresas registrou 1,72% de crescimento, em relação ao ano anterior, somando R$ 37,976 milhões. Mais expressivo foi o lucro líquido individual da Unimed Seguradora (+15,98%), que atingiu os R$ 28,095 milhões.

 Afetado pela alta sinistralidade, decorrente, sobretudo, do aumento do rol de procedimentos obrigatórios, o lucro líquido da Seguros Saúde foi puxado para baixo (-24,64%), de R$ 13,111 milhões, em 2008, para R$ 9,881 milhões, em 2009.

Muito próximo ao do ano anterior, o lucro líquido da Seguros Unimed demonstra o excelente trabalho desenvolvido pela companhia ao longo de 2009, conforme explica seu presidente, Dalmo Claro de Oliveira: “Manter e até crescer o lucro, num ano marcado por uma crise financeira mundial e também por novas resoluções normativas da ANS, que aumentaram, e muito, o rol de procedimentos cobertos, demonstra que estamos trilhando o caminho certo”.

As aplicações financeiras consolidadas, não vinculadas às reservas obrigatórias, aumentaram mais de 34%, quando comparadas aos valores observados em 2008 (de R$ 139,611 milhões para R$ 188,192 milhões). Com crescimento superior a 21%, as aplicações financeiras totais consolidadas superaram os R$ 667 milhões; em 2008, o valor aplicado somava R$ 548,433 milhões. Ainda em relação às aplicações financeiras totais, o melhor desempenho registrado no período foi o do ramo Saúde, com aumento de 26,27%, saindo de  R$ 110,259 milhões, no ano anterior, para R$ 139,229 milhões, em 2009.

Igualmente bem-sucedidas, as reservas de seguros consolidadas saltaram de R$ 107,358 milhões, em 2008,  para R$ 130,602 milhões, em 2009 (+21,65%). O ramo Saúde obteve o melhor desempenho, com crescimento superior a 23%, registrando R$ 78,036 milhões – no ano anterior o valor foi de R$ 63,180 milhões.

O patrimônio líquido da empresa cresceu 23,84%, atingindo os R$ 213,515 milhões. Em 2008, o montante era de R$ 172,411 milhões.

Comentários

comentários

Fonte: Casa da Notícia

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta