Generali avança no risco empresarial

Generali avança no risco empresarial

0 383

Ignorando a crise que abateu mais fortemente o segmento de riscos patrimoniais em 2009, a Generali Brasil Seguros ostentou com produto Generali Empresa um dos maiores crescimentos entre os 20 principais players do seguro compreensivo empresarial do país. As vendas do segmento, incluindo todas as empresas, subiram em torno de apenas 4%. “Foi um ano com algumas dificuldades provenientes do impacto da crise econômica mundial”, explica o diretor de Produtos Ramos Elementares da companhia, Paulo Loreto.

Os resultados obtidos, segundo ele, mostram que a Generali soube não só contornar os efeitos da crise, como também tirar proveito da conjuntura desfavorável, o que poucas seguradoras conseguiram fazer no ano passado. Citando números, o gerente de Produtos Ramos Elementares da Generali, Frederico Peres, fundamenta a análise de Loreto. “A companhia cresceu 14% em 2009, frente ao exercício anterior, 10 pontos percentuais acima da média do mercado, e ocupou a 17ª posição do ranking nacional nos multirriscos empresariais”, revela Peres.

Paulo Loreto assinala que o sucesso do desempenho colhido no ano passado pela Generali está baseado na intensificação e consolidação de medidas adotadas no ano anterior, como a introdução de uma política consistente de subscrição. Frederico Peres complementa revelando que a empresa desenvolveu um trabalho eficaz de otimização do Generali Empresa, tornando o produto mais abrangente, mais competitivo e diferenciado.

“Mas não foi só. Teve peso considerável na evolução da Generali no ramo empresarial a ferramenta de cálculo on-line destinada aos corretores parceiros que, certamente, é, hoje, uma das mais práticas do mercado”, destaca Peres. Ele assinala que a companhia não só cresceu como alcançou uma das mais baixas taxas de sinistralidade entre os 20 maiores grupos seguradores do segmento. O índice, segundo ele, fechou em 33%, contra a média de 55% do mercado, segundo dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep). “O avanço da Generali foi, portanto, quantitativo, em vendas, e qualitativo, na subscrição de riscos”, diz Paulo Loreto, acrescentando que, “em 2010, o objetivo é crescer ainda mais e apresentar novidades e facilidades para atender a nossos clientes e colaboradores”.

Comentários

comentários

Fonte: Sacla Comunicação

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta