Grupo RSA e WWF unem forças para pesquisar os riscos da mudança...

Grupo RSA e WWF unem forças para pesquisar os riscos da mudança climática

0 355

O Grupo RSA anunciou uma parceria com a WWF, organização líder em conservação do planeta. O acordo de três anos irá se concentrar em pesquisar os riscos de seguro relacionados às mudanças climáticas. A RSA também apoiará projetos de conservação ao redor do mundo, ao trabalhar com a WWF para tornar seu negócio mais sustentável.

Os elementos-chave da parceria incluem:
Em dezembro, durante as negociações do World Climate Change em Copenhagen, foi discutido a necessidade de um novo acordo global para reduzir os gases causadores do efeito estufa. A RSA apoiou a exposição da WWF quanto aos riscos ambientais na região do Ártico, além de participar ativamente nas discussões no evento.

No Reino Unido, a RSA apoiará a WWF na reestruturação do rio Tâmisa, em Londres, para recriar a planície de inundação natural no leste da cidade, demonstrando como medidas simples podem diminuir os riscos de inundação. Além disso, com a WWF, a Companhia continuará o seu trabalho com o governo e a indústria de construção desenvolvendo estudos de como proteção contra as inundações podem ser incorporados na concepção de propriedades, além de avaliar onde e como as novas propriedades devem ser construídas.
 A RSA é uma das maiores seguradoras de transporte do mundo. A mudança climática está abrindo novas áreas do Ártico para a extração de recursos, navegação comercial e pesca. Existem também desafios para as costas do Báltico, Canadá e Escandinávia. A RSA está patrocinando pesquisa e mapeamento de áreas sensíveis para ajudar a entender e mitigar esses riscos e usar os recursos de uma forma mais sustentável.
A China é um mercado emergente, mas o crescimento na escala atual traz desafios ambientais. O governo chinês reconhece isso e comprometeu-se a estabelecer novas metas para as energias renováveis. A WWF e a RSA estarão trabalhando juntas na pesquisa de energia renovável, dando ênfase ao papel que uma seguradora pode proporcionar no apoio à transição para uma economia de baixo consumo de carbono.

No longo prazo, a parceria vai olhar para o desenvolvimento e promoção de produtos que oferecem incentivos aos clientes para reduzir seu impacto ecológico – como, por exemplo, deixar suas casas mais eficientes em termos de energia e água.

Com o apoio do WWF, a RSA vai estabelecer novas metas de emissões de CO2, pesquisando o impacto na cadeia de suprimentos, desenvolvendo novos produtos verdes e investigando como as estratégias de investimento da RSA podem apoiar a sustentabilidade.
As mudanças climáticas do mundo apresentam um novo conjunto de riscos. A WWF e o Grupo RSA irão trabalhar juntos para compreender os riscos nesse mundo em mudança. A indústria de seguros é capaz de ajudar os clientes a compreender o nível de risco que terão pela frente, subscrever o mesmo risco e dar segurança no momento de necessidade.

David Nussbaum, diretor executivo do WWF no Reino Unido, disse: “Estamos ansiosos com a parceria na condução de investimentos que contemplam índices baixos de carbono no setor financeiro e uma maior capacidade das empresas e dos proprietários de residência para se protegerem contra o impacto crescente das mudanças climáticas”.

Comentando sobre a parceria, Andy Haste, CEO do Grupo RSA afirmou: “O comportamento responsável e ético no modo de gerir os negócios tem impactos positivos sobre o meio ambiente, as pessoas e as comunidades em que atuamos. A WWF é uma das líderes no mundo em termos de organizações ambientais. Eles trabalham em quase todos os nossos mercados e são uma das marcas mais reconhecidas globalmente. Durante o curso dessa parceria, vamos aprender uns com os outros e entender mais sobre os riscos ambientais para proteger os nossos clientes empresariais, minimizando o impacto sobre o meio ambiente”.

Comentários

comentários

Fonte: Ketchum Estratégia Assessoria de Comunicação

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta