Mais opções no resseguro

Mais opções no resseguro

0 270

As seguradoras já podem reservar um percentual menor dos seus riscos excedentes para as resseguradoras locais (IRB Brasil Re, J. Malucelli, XL, Mapfre Re e Munchener Ruck), aumentando a fatia repassada para as empresas de resseguro que atuam no País como “admitidas” ou “eventuais”. Desde sexta-feira passada (dia 15), esgotou o prazo de três anos estabelecido pela Lei Complementar 126/07, segundo a qual as companhias de seguros estavam obrigadas a transferir preferencialmente para as resseguradoras locais o correspondente a 60% de seu excedente de capacidade. Agora, esse percentual caiu para 40%.
Segundo o consultor Fábio Torres, do escritório Torres & Associados, essa mudança trará mais concorrência e possivelmente novos tipos de cobertura, mas aumentará também a responsabilidade das seguradoras brasileiras. “É fundamental que essas empresas estejam melhor preparadas para a regulação de sinistros”, alerta Torres.
A diretora de Relações Institucionais e de Resseguro da Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg), Maria Elena Bidino, também acredita em um cenário mais favorável para o consumidor. “É sempre bom ter mais liberdade, mais concorrência. As seguradoras poderão, agora, ir ao mercado internacional buscar novas opções”, observa.

Comentários

comentários

Fonte: Sincor-RJ

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta