Mercado de capitalização no Paraná fatura R$ 542 milhões entre janeiro e...

Mercado de capitalização no Paraná fatura R$ 542 milhões entre janeiro e outubro de 2009

0 379

O atual cenário econômico brasileiro, com destaque para a queda da taxa básica de juros, associado ao lançamento de títulos de capitalização cada vez mais dirigidos a satisfazer às necessidades dos consumidores vêm impulsionando o crescimento do mercado de capitalização. De acordo com a FenaCap (Federação Nacional de Capitalização), o setor acumula faturamento de R$ 8,1 bilhões até outubro deste ano, número 12% superior ao mesmo período de 2008. Somente no 10º mês de 2009, a receita atingiu R$ 841 milhões e as reservas somam R$ 14,5 bilhões, ampliação de 11% em relação ao acumulado de outubro de 2008.

 

Em outubro, no Estado do Paraná, o setor atingiu o faturamento de R$ 53 milhões. No acumulado de janeiro a outubro, a receita no estado atinge R$ 542 milhões. No ranking de desempenho nacional o Paraná mantém o 5º lugar dos estados que mais obtiveram faturamento.

 

Para Hélio Portocarrero, diretor-executivo da Federação, que reúne as 11 companhias atuantes no setor, o consumidor já enxerga na capitalização um instrumento importante na organização de seu orçamento. “O brasileiro está mais disciplinado na hora de guardar dinheiro. Dessa forma, os títulos vão ao encontro desse comportamento e, além disso, podem recompensar, por meio dos sorteios, os clientes que estiverem em dia com seus planos”, destaca.

 

Na classificação nacional, São Paulo mantém a liderança no setor com 37% da fatia do mercado tendo R$ 2,9 bilhões de receita até outubro. O Rio de Janeiro ocupa o segundo lugar com 11% do mercado e R$ 864 milhões faturados, e Minas Gerais está no terceiro lugar no ranking com 9% do mercado totalizando R$ 720 milhões.

 

 ..

FenaCap

 

Impulsionada pelo crescimento do setor, a FenaCap (Federação Nacional de Capitalização) foi criada em 2007 para consolidar o papel da capitalização tanto para o segmento financeiro quanto para os brasileiros como alternativa de poupar dinheiro.  A entidade, composta por representantes das empresas do setor, chega para dar continuidade aos trabalhos desenvolvido da Comissão de Capitalização da Fenaseg (Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e Capitalização), cujo papel era organizar iniciativas e realizar ações que tornassem a sistemática do produto de fácil compreensão e com a máxima transparência para o consumidor.

 

Como resultado de anos de dedicação e trabalho, em maio de 2008, a Susep (Superintendência de Seguros Privados) – órgão responsável pela regulamentação e fiscalização do mercado – aprovou a segmentação dos títulos de capitalização que passam a ser divididos nas seguintes modalidades: Tradicional: com retorno do valor pago ao final de um período, corrigido monetariamente; Compra Programada: voltado para a aquisição de bens; Popular: produto com foco no aspecto lúdico dos sorteios; e Incentivo: usado como incentivo à comercialização de bens e serviços.

..

Comentários

comentários

Fonte: Fran Press Assessoria de Imprensa

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta