Metlife e AIG perto de fechar acordo de até US$ 15 bilhões

Metlife e AIG perto de fechar acordo de até US$ 15 bilhões

A MetLife está nos estágios finais da negociação para comprar uma das maiores unidades de seguro de vida internacional da American International Group (AIG) por algo entre US$ 14 bilhões e US$ 15 bilhões, segundo fontes próximas à questão ouvidas pelo norte-americano The Wall Street Journal.
As companhias vêm discutindo há meses um potencial acordo envolvendo a American Life Insurance, conhecida como Alico, uma unidade da AIG. Nas últimas semanas, as negociações ficaram mais sérias, segundo as fontes do jornal, e os dois lados esperam anunciar um acordo nas próximas semanas. As duas partes no geral concordam sobre o preço e, nesse momento, estão trabalhando nos pontos finais de um acordo, embora ainda persistam algumas questões materiais que podem estragar o negócio, disseram essas fontes.

A venda da Alico seria o maior passo até agora da AIG para devolver a ajuda recebida pelo governo dos Estados Unidos, que soma um total de US$ 182,3 bilhões. Ao redor de US$ 9 bilhões dos recursos seriam pagos aos cofres do governo norte-americano, como a própria AIG indicou anteriormente.

A aquisição da Alico expandiria o alcance internacional da Metlife. A Alico vende seguro de vida em 50 países, do Japão à Europa. A MetLife é a companhia número um em vendas de seguro de vida nos Estados Unidos, com uma participação de mercado de 13%. Nos últimos anos, a companhia tem priorizado uma expansão que a tornaria um player dominante no exterior também.

Ontem, durante o pregão na Bolsa de Valores de Nova York, as ações da Metlife chegaram a subir 2,61% e as da AIG registraram avanço de 1,10%.

Ajuda à AIG

Ben Bernanke, presidente do Federal Reserve (Fed – banco central norte-americano), defendeu a decisão da entidade de conceder crédito a AIG e disse que a instituição acolheria uma completa revisão de suas ações pelos órgãos de prestação de contas do governo federal.

Em uma carta enviada ontem ao controlador-geral interino, Gene Dodaro, Bernanke disse que o Fed concordou em proporcionar ajuda à seguradora para evitar efeitos calamitosos sobre a economia dos EUA .

“O Federal Reserve estendeu este crédito para evitar a imediata falência desordenada da companhia, um evento que provavelmente teria conduzido a uma significativa intensificação de uma já severa crise financeira e uma piora adicional das condições econômicas globais”, escreveu Bernanke.

Comentários

comentários

Fonte: DCI OnLine | Internacional | SP

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta