Movimento Chega de Acidentes completa seis meses

Movimento Chega de Acidentes completa seis meses

0 291

O Chega de Acidentes, movimento pela implantação de um Plano Nacional de Segurança Viária no Brasil, teve início oficial em 18 de setembro de 2009, e foi criado pelo CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária) junto com outras entidades. A campanha, que já antecipava ações antes mesmo da ONU (Organização das Nações Unidas) proclamar, recentemente, a Década de Ações para a Segurança no Trânsito de 2011 a 2020, pretende chamar a atenção da sociedade e das autoridades para o grande número de acidentes e mortes no trânsito.

No site www.chegadeacidentes.com.br/  um relógio virtual estima a evolução da quantidade de vítimas fatais e não fatais no Brasil, e o impacto econômico dos acidentes e suas vítimas. Desde que o relógio iniciou a estimativa,  o trânsito já provocou a morte de 18.509* pessoas e outras 58.638* foram hospitalizadas. De acordo com dados levantados pelo movimento, o impacto econômico desses acidentes correspondem a cerca de R$ 16,5 bilhões*. Esse valor equivaleria ao investimento em 113 km* de linha de metrô em São Paulo; 329* hospitais de reabilitação; e aproximadamente 470 mil* casas populares e 70 milhões* de cestas básicas.

O cenário atual de insegurança no trânsito, com o elevado número de acidentes e vítimas, pode ser mudado. Para isso, é essencial a execução de um programa fundamentado em estatísticas e informações adequadas, e com ações coordenadas em todo o território nacional. Em 2010, o CESVI realizará reuniões permanentes com as entidades que apoiam o movimento Chega de Acidentes, com a finalidade de articular projetos voltados para a década da segurança viária no País.

*Dados da última estimativa em 17/03/2010, às 14h22.

..

Como participar do movimento

No mesmo endereço eletrônico é possível participar de um abaixo-assinado eletrônico, para que a sociedade possa engajar-se em prol dessa iniciativa. A sociedade civil tem se manifestado e até o momento mais de cem pessoas já assinaram o abaixo-assinado.

Os interessados em apoiar ou divulgar esta ação podem entrar em contato por meio do próprio site, que permanecerá até que um Plano Nacional de Segurança Viária seja implantado.

..

Apoiadores

..

CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária);

ABRAMET (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego);

ANTP (Associação Nacional de Transportes Públicos);

Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro;

Trânsito Amigo (Associação de Parentes, Amigos e Vítimas de Trânsito);

Fundación MAPFRE;

PRO TESTE (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor);

ABCR (Associação Brasileira de Concessionárias e Rodovias);

NTC & Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística);

ABPTRAN (Associação Brasileira de Profissionais de Trânsito);

ABETRAN (Associação Brasileira de Educação de Trânsito);

Criança Segura (ONG com foco em prevenção de acidentes com crianças e adolescentes);

ABRASPE (Associação Brasileira de Pedestres);

PERKONS;

FENEAUTO (Federação Nacional das Auto Escolas/ Centro de Formação de Condutores);

FENAUTO (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores);

Sindicato das Auto Moto Escolas e Centros de Formação de Condutores no Estado de São Paulo;

Instituto de Engenharia;

SOS Vida nas Estradas;

SINDSEG-SP (Sindicato das Seguradoras, Previdências e Capitalização);

SINDMOSC (Sindicato dos Centros de Formadores e Condutores);

ABLA (Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis);

Instituto Duas Rodas;

FEBRAMOTO (Federação Brasileira dos Motociclistas e Ciclistas Profissionais);

Fundação Thiago de Moraes Gonzaga;

ABERT (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão);

Revista MOTOCICLISMO;

SINDIMOTO-SP (Sindicato dos Motoboys de São Paulo);

Programa Carlos Cunha Show.

Comentários

comentários

Fonte: CESVI BRASIL

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta