Novo produto com foco na segurança de Fundos de Pensão

Novo produto com foco na segurança de Fundos de Pensão

0 400

Com grande tradição nos ramos de previdência privada e seguros, a UHY Moreira-Auditores, uma das 20 maiores empresas de auditoria do Brasil, acaba de desenvolver um novo produto de Segurança da Informação para atender às necessidades de transparência e confiabilidade específicas dos Fundos de Pensão, com foco em Análise de Risco. Conforme destaca Paulo Moreira, presidente da companhia, este lançamento, assim como o desenvolvimento de uma equipe especializada na auditoria de Segurança da Informação, visam atender a uma demanda proveniente da evolução das exigências normativas e de governança corporativa nas empresas. 

Desde 1998, a UHY Moreira-Auditores, que está prestes a completar 45 anos, atua nesta área de controle interno. No entanto, a diferença, segundo o auditor Luiz Antonio Mathias, é que “este novo produto terá foco na parte informatizada das empresas, com o objetivo de demonstrar os riscos que elas podem correr e assim criar mecanismos para evitá-los”. Entre os benefícios previstos aos clientes, está a validação da integridade dos cadastros, identificação de vulnerabilidade e riscos que podem vir a comprometer os negócios, aprimoramento da transparência e governança, além de grandes melhorias no fluxo do processo.  

Atualmente, todas as informações financeiras e controles internos estão inseridas nos sistemas informatizados das empresas e as maiores vulnerabilidades ocorrem em suas interfaces. No caso das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC), os riscos vão desde problemas de qualidade nos cadastros existentes (o que, para o Fundo de Pensão, pode gerar cálculos incorretos, provisões inadequadas, pagamento de contribuintes com valores errados ou indevidos, entre outros, e para a Patrocinadora pode causar retenções indevidas em folha de pagamento ou mesmo repasses com valor acima do correto para o Fundo de Pensão); vulnerabilidades no processo de troca eletrônica de dados entre Fundo de Pensão e Patrocinadora; até problemas de integridade, confiabilidade e disponibilidade de dados armazenados no sistema informatizado que controla os processos do Fundo de Pensão.  

Não apenas a área de Seguridade, mas os departamentos Administrativo e Financeiro,  também são afetados pela auditoria de segurança. Com este novo produto, é possível avaliar tanto as possibilidades de violação e acesso ao sistema, quanto à limitação de dados a determinados níveis hierárquicos ou outros fatores que possam comprometer a fidedignidade dos dados e confidencialidade da companhia. Segundo Mathias, entre os processos mais críticos e visados em auditorias de Fundos de Pensão, está a inscrição (adesão do colaborador ao plano de benefícios do Fundo de Pensão), a arrecadação (recebimento dos valores descontados das folhas de pagamento e contribuições extras) e o pagamento (de benefícios de aposentadoria complementar). 

Como se trata de um segmento por onde passa grande quantidade de dinheiro e que exige muitos cálculos e cadastros, a auditoria de Fundos de Pensão exige muito cuidado. “Por isso, avaliamos o conteúdo e o processamento dos nossos clientes com base no tripé: Pessoas, Processos e Tecnologia”. 

Entre os trabalhos já realizados pela UHY Moreira-Auditores neste ramo, destaque para a auditoria de Segurança da Informação de Leilões de Energia, cuja tecnologia nacional é reconhecida e admirada internacionalmente, e os serviços prestados aos fornecedores da Petrobras. Atuando de acordo com a necessidade de cada cliente, os profissionais da UHY Moreira-Auditores estabelecem relações sólidas de trabalho em mais de 16 instituições previdenciárias, como Petros (Petrobrás), Portus (administradoras portuárias), Sabesprev (Cia. de Saneamento do Estado de SP), Prece (Cia. Estadual de Água e Esgoto do RJ), REFER (Fundação Rede Ferroviária) e Previnorte (Cias Energia).

..

Comentários

comentários

Fonte: ADS Assessoria de Comunicações

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta