Operadoras de planos odontológicos crescem e necessitam de tecnologia

Operadoras de planos odontológicos crescem e necessitam de tecnologia

0 362
Dexbrasil - Sergio Monaco
Sérgio Monaco, diretor de vendas e marketing da multinacional de tecnologia Dexbrasil

Quando uma empresa começa a se desenvolver, logo sente necessidade de um processo avançado de gestão, auxiliado por tecnologia. O mercado de planos odontológicos está em expansão e as empresas que despontam seguem o exemplo das operadoras de saúde, que estão à frente no uso de sistemas para mapear a saúde de seus clientes e negócios. Para ambos os ramos, é preciso otimização que vise não apenas aumentar a capacidade de atendimento ao cliente, mas colher subsídios para visão estratégica. 

O uso da Tecnologia da Informação para a redução de custos operacionais e ampliação dos negócios já é consenso entre administradores. “Há muito tempo TI deixou de ser considerada um centro de custos e passou a ser um centro de resultados”, disse Sérgio Monaco, diretor de vendas e marketing da multinacional de tecnologia Dexbrasil, em sua palestra apresentada na última sexta-feira (28) durante o 5º SINPLO – Simpósio Internacional de Planos Odontológicos. 

Com a expansão dos planos odontológicos, as operadoras precisam estar preparadas para novas funcionalidades e controles com tecnologia flexível, que seja capaz de se adaptar a: regulamentações da ANS (Agência Nacional de Saúde), novos nichos de mercado e novos tipos de planos com coberturas de prevenção e tratamentos alternativos. Tecnologia ajuda até mesmo na manutenção da situação econômico-financeira das empresas dentro dos padrões da ANS. “É interessante TI estar perto desse processo para levantar dados que permitirão que o administrador tome as decisões corretas. Só a tecnologia pode organizar os sistemas para fornecer informações estatísticas, contábeis e de qualificação”, afirmou Monaco. 

Tecnologia também prepara o mercado para os prontuários eletrônicos, que carregam o histórico de medicamentos e procedimentos de cada paciente, e se aproximam da realidade com medidas como a TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar) e o RES (Registro Eletrônico de Saúde), este que ainda será anunciado pela ANS. 

A administração estratégica feita por bons sistemas, como o DexTotal, carro chefe da Dexbrasil, agrega valores sem sacrificar o processo produtivo. “O sistema investe no relacionamento com prestadores de serviços focado na redução de custos. Mas tudo de forma inteligente, não é cortar privilégios de clientes e sim mudar processos”, garantiu.

..

Comentários

comentários

Fonte: Assessoria de Comunicação Dexbrasil

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta