Resultado com seguros cresce 22,4% no Itaú Unibanco

Resultado com seguros cresce 22,4% no Itaú Unibanco

0 305

O resultado de seguros do grupo Itaú Unibanco no segundo trimestre de 2009 foi 22,4% superior ao registrado no primeiro trimestre. Esse resultado, representado pela chamada margem de underwritting, reflete os prêmios auferidos, sinistros pagos, despesas de comercialização e outras receitas/despesas com seguros. No segundo trimestre, esse indicador somou R$ 383 milhões, ante R$ 313 milhões registrados no período de março a novembro de 2009.

O total de prêmios ganhos com seguros ficou estável no 2º trimestre em relação ao 1º trimestre, totalizando R$ 1,46 bilhão. O resultado geral da operação de seguros, previdência e capitalização do grupo cresceu 20,5% no segundo trimestre em relação ao primeiro, passando de R$ 410 milhões para R$ 494 milhões.

“Estamos acelerando a fusão das companhias, procurando agregar o melhor de cada empresa aos produtos. Unificamos uma boa parte da carteira e vamos atrás de atrair novos clientes e atender bem nossos atuais segurados. Esse processo certamente vai se refletir em resultados cada vez melhores, além de buscarmos clientes mais satisfeitos e atendidos pelos produtos”, afirmou Zeca Rudge, vice-presidente do Itaú Unibanco, hedge da área de seguros. A companhia é, hoje, líder em grandes riscos no país. “Também querermos estreitar cada vez mais nosso relacionamento com os corretores, nossos importantes parceiros”, completou.

O lucro líquido recorrente da operação de seguros, previdência e capitalização alcançou R$ 292 milhões no 2º trimestre. O número é 9,9% inferior aos R$ 324 milhões registrados de janeiro a março, mas a redução se justifica em parte pelo fato de a companhia ter recebido dividendos do IRB Brasil RE no primeiro trimestre, no valor de R$ 36,1 milhões. No semestre, a operação teve um resultado de R$ 616 milhões, ou 13,5% do resultado do grupo.

A carteira de Vida e Acidentes Pessoais ampliou a participação no total de prêmios ganhos pela seguradora, passando de 27,2% no 1º tri para 29,5% do total no 2º tri. Outro destaque foi o aumento da participação da modalidade de garantia estendida, por meio da Garantech – líder desse segmento, com mais de 40 milhões de clientes ativos -, que de abril a junho foi responsável por 16,8% dos prêmios auferidos.

O total de apólices de seguros massificados cresceu 4,4% em junho em relação a março deste ano, passando de 6,267 milhões para 6,545 milhões. O destaque ficou por conta da expansão do produto Vida e Acidentes Pessoais, que passou de 3,76 milhões para 4,04 milhões de apólices, crescimento de 7,4%.  Esse produto foi unificado no dia 10 de agosto, trazendo uma vantagem para os clientes: possibilidade, no seguro de vida individual, de contratar cobertura de até R$ 2,5 milhões.

Comentários

comentários

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta