RSA anuncia resultados do primeiro semestre de 2009

RSA anuncia resultados do primeiro semestre de 2009

0 241

O Grupo RSA divulgou o balanço consolidado de suas operações no primeiro semestre de 2009. O cenário econômico desfavorável não afetou a solidez financeira e o Grupo anunciou resultados expressivos, com prêmios de £3,5 bilhões (US$ 5,8 bilhões), 4% acima do registrado no mesmo período de 2008, e lucro antes de impostos de £301 milhões (US$ 592 milhões). O índice combinado da Companhia no período ficou em 93,5%, um ponto percentual abaixo do registrado no ano anterior e dentro da meta estabelecida de 95% para 2009.

O Grupo RSA divide a sua estrutura em três regiões: Reino Unido, onde fica a matriz do Grupo; Internacional, onde estão países com economia consolidada, como a Escandinávia, Irlanda, Itália e o Canadá; e Mercados Emergentes, onde está inserido o Brasil e os demais países da América Latina, além da Ásia, do Oriente Médio, países Bálticos e da Europa Central e Oriental.

O Reino Unido segue sendo um dos principais mercados da RSA. A região respondeu por 38% (£1.3 bilhão) do total de prêmios da Companhia no período.

O grupo apresentou crescimento significativo nas duas outras áreas de negócios. Em Internacional, puxado pelo crescimento no Canadá (10%) e Escandinávia (6%), a região apresentou prêmios de £1,8 bilhões, 51% do total do resultado, com um incremento de 8% ante ao mesmo período de 2008.

Considerada uma área estratégica para o Grupo, Mercados Emergentes teve desempenho 6% superior (£373 milhões). A área respondeu por 11% do total dos prêmios do Grupo. Os países da Ásia e do Oriente Médio apresentaram expansão de 46%, com destaque para Cingapura, Omã e Hong Kong. Na América Latina, o crescimento foi 4% superior.

Com posição financeira sólida, a Companhia aproveitou as oportunidades do mercado e deu sequência ao plano de expansão orgânica e por meio de aquisições, como, por exemplo, a conclusão da compra da Intouch Insurance Group BV, com presença na Polônia, República Tcheca e Rússia. Combinando as atividades desses países com a dos Bálticos, o Grupo criará na Europa Central e Oriental uma nova estrutura de gestão.

“Mesmo com as condições econômicas e comerciais desafiadoras, apresentamos novamente um desempenho robusto. Conseguimos concluir nosso plano de expansão orgânica e demos continuidade à estratégia de aquisições, com negócios firmados na Europa Central e Oriental, Canadá e Irlanda. Estes resultados demonstram, mais uma vez, o impacto positivo do nosso portfólio diversificado e da elevada qualidade dos nossos serviços, aliado a uma estratégia de investimento de baixo risco”, comentou Andy Haste, CEO do Grupo RSA.

“Com essas ações e a força da nossa carteira, estamos bem posicionados para aproveitar as oportunidades do mercado, mantendo a confiança na capacidade do Grupo de continuar apresentando desempenho rentável e sustentável”, concluiu Haste.

Comentários

comentários

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta