RSA anuncia resultados significativos em 2009

RSA anuncia resultados significativos em 2009

0 145

O Grupo RSA divulgou o balanço consolidado de suas operações em 2009. O cenário econômico desfavorável não afetou a solidez financeira e o Grupo anunciou resultados expressivos, com prêmios de £6,7 bilhões, 4% acima do registrado no ano anterior, e lucro antes de impostos de £554 milhões.  O índice combinado da Companhia no período ficou em 94,6%, praticamente estável e dentro da meta estabelecida (95%).

O Grupo RSA divide a sua estrutura global de negócios em três regiões: Reino Unido, onde fica a matriz; Internacional, onde estão países com economia consolidada, como a Escandinávia, Irlanda, Itália e o Canadá; e Mercados Emergentes, onde está inserido o Brasil e os demais países da América Latina, além da Ásia, Oriente Médio, países Bálticos e da Europa Central e Oriental.

Considerada estratégica para o Grupo, Mercados Emergentes foi a região com crescimento mais expressivo (13%), de £738 para £833 milhões, com destaque para a forte expansão na Ásia e Oriente Médio (47%) e na América Latina (8%), reflexo do desempenho no Brasil, Colômbia e Uruguai.

“2009 foi um ano bom para o Grupo. Entregamos mais uma vez um desempenho robusto e estamos conduzindo o crescimento da Companhia por meio de crescimento orgânico focado e aquisições em Mercados Emergentes e Internacional. Continuamos com as medidas certas com relação às taxa e despesas e entregamos um resultado positivo de subscrição em todas as regiões. Nossa posição de capital continua forte”, comentou Andy Haste, CEO do Grupo RSA.

Responsável por 48% do total dos prêmios do Grupo, a região Internacional também teve resultado favorável. Os prêmios subiram 8% (de £2,9 para £3,2 bilhões), puxado pelo crescimento no Canadá (15%) e Escandinávia (4%).

No Reino Unido, os prêmios se mantiveram estáveis a £2,6 milhões. A região respondeu por 39% do total de prêmios da Companhia no período.

“As incertezas econômicas permanecem à medida que avançamos em 2010. No entanto, estamos confiantes em nossa capacidade de oferecer excelentes resultados novamente. Temos uma grande carteira com fortes posições no mercado e continuamos comprometidos com a condução de crescimento tanto em prêmios como em lucro líquido. O Grupo já apresentou resultados favoráveis no começo deste ano, dando continuidade ao crescimento rentável mantendo a disciplina de subscrição. Assim como fizemos em 2009, esperamos atingir um índice combinado operacional de cerca de 95% para 2010. O aumento de 7% nos dividendos (de 4,88% em 2008 para 5,33%) reflete a nossa visão positiva para o Grupo”, concluiu Haste.

Comentários

comentários

Fonte: Ketchum Estratégia Assessoria de Comunicação

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta