SulAmérica Saúde – Jovens estão mais sedentários

SulAmérica Saúde – Jovens estão mais sedentários

0 230

O Dia Nacional de Combate ao Sedentarismo, lembrado no dia 10 de março, traz à tona uma preocupação: o elevado número de pessoas que não tem o hábito de praticar exercícios físicos. Levantamento feito pela SulAmérica Saúde a partir da avaliação do perfil de saúde e estilo de vida de mais de 23 mil clientes nos últimos cinco anos identificou que 60% das pessoas são sedentárias. O estudo também constatou que o maior número de indivíduos sedentários encontra-se na população jovem, com até 19 anos. Nesta faixa, 66% das pessoas não realiza atividade física alguma.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), toda a prática de exercícios físicos, de leve ou moderada intensidade, por 30 minutos diários, cinco dias por semana, é considerado suficiente para ser uma pessoa saudável. “A pesquisa mostra que tanto o homem quanto a mulher não estão se exercitando, o que acende um sinal de alerta para os profissionais de saúde e para toda a população”, destaca o diretor de Prestadores e Serviços Médicos da SulAmérica, Roberto Galfi.

Quando avalia-se, separadamente, homens e mulheres, é possível notar uma diferença no percentual de pessoas sedentárias. Entre as mulheres, o índice chega a 79%, curiosamente, também na população jovem (até 19 anos). Entre os homens, porém, o pico chega a 57%, na faixa de 40 a 49, seguido por 56%, entre 30 e 39 anos e entre 50 e 59 anos. “É interessante observar que, em ambos os casos, o índice de sedentarismo começa a diminuir a partir dos 60 anos, na população idosa. Os números chegam a 46% entre os homens e 61% entre as mulheres”, constata Galfi.

Os dados foram levantados com base o programa Saúde Ativa, oferecido às empresas clientes da seguradora e que tem como foco identificar os principais fatores de risco e atuar na prevenção e diminuição de diversas doenças. Hoje são cerca de 586 instituições participantes e quase 70 mil integrantes.

 

 Atividade física x estresse

 

O mesmo levantamento realizado pela seguradora constatou outro dado importante: dos 60% de indivíduos considerados sedentários, 44,2% apresentaram um nível de estresse moderado ou elevado. Quando comparada a incidência do estresse entre os segurados que realizam atividade física (20,8%), o percentual da população estressada cai para 27%. “Não temos dúvidas de que a atividade física é um impulsionador da melhora dos resultados, quando comparamos os clientes ativos e os sedentários. Além dos benefícios constatados, a prática regular de exercícios físicos traz outros diversos benefícios à saúde, como perda de peso e redução dos níveis de pressão arterial”, enfatiza o executivo.

 Praticar atividade física regularmente é benéfico à saúde. Porém, antes de iniciar qualquer exercício, é necessário tomar os seguintes cuidados:

Consultar um médico para uma avaliação de suas condições de saúde. Segundo o cardiologista Roberto Viana, nem todo tipo de atividade física é benéfica ao coração. Cada indivíduo deve ser avaliado a fim de determinar o melhor tipo de exercício para seu corpo e sua saúde;

O ideal é que a atividade física seja praticada de acordo com as recomendações da OMS, porém, mudar alguns pequenos hábitos no dia a dia já são um bom começo. Percorrer pequenos percursos a pé, subir e descer escadas e caminhar periodicamente contribuem para o início da prática de exercícios;

A atividade física deve ser introduzida na rotina diária do indivíduo de forma gradativa e dentro dos limites de seu corpo.

Comentários

comentários

Fonte: SulAmérica

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta