Voluntários fazem doação ao Hemepar

Voluntários fazem doação ao Hemepar

0 607
Uma única doação pode ajudar a salvar até quatro vidas
Voluntários também fazem parte do Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea

Nesta segunda-feira, um grupo de colaboradores da concessionária CCR RodoNorte deixou as atividades formais do dia-a-dia para promover um ato de cidadania. Estimulados pelo projeto “Sou Sangue Bom”, os trabalhadores realizaram a doação de sangue para o Hemepar de Ponta Grossa/PR, que é responsável pelo atendimento de 11 hospitais da região dos Campos Gerais. Eles também participaram da campanha “Você consegue, doe medula óssea”, que tem o objetivo de aumentar o número de pessoas cadastradas no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea.

A colaboradora Rosimeri Mathiel de Oliveira Correa faz parte do grupo de voluntários do projeto “Sangue Bom”. Ela comenta que não é a primeira vez que participou da doação. “É muito bom saber que nós podemos doar vida. E com relação à doação de medula, eu acho muito importante fazer parte do cadastro nacional, principalmente porque é muito pequena a chance de encontrar um doador compatível para quem precisa. Quanto mais pessoas estiverem no cadastro nacional, melhor será”, enfatizou Rosimeri.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), a chance de um paciente encontrar uma medula compatível é, em média, de uma em cem mil. Qualquer pessoa entre 18 e 55 anos com boa saúde poderá doar medula óssea. Para fazer parte do registro nacional de doadores, o voluntário preenche um formulário com dados pessoais e é coletada uma amostra de sangue com cinco mililitros para testes. Estes testes determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente.

Os dados pessoais e os resultados dos testes são armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante. Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é então chamado para exames complementares e para realizar a doação.

Mobilização – Através do projeto “Sou Sangue Bom”, a CCR RodoNorte também mobiliza a comunidade para a doação de sangue e para o Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea. No próximo dia 27 de outubro, uma equipe do Hemepar estará na cidade de Imbaú para coletar doações. Qualquer pessoa em bom estado de saúde pode contribuir. Uma única doação pode ajudar a salvar até quatro vidas.

Comentários

comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um resposta